SEGUIDORES DE CAMINHADA

domingo, 1 de abril de 2012

Desenho livre - expressões





Meus desenhos são assim meio malucos mesmo.
De repente surge uma vontade de fazer uns rabiscos digitais, sem compromisso com a arte, porque artista talentoso já nasce feito, eu creio.
E então, do nada (que dizem não existir), saem umas figuras assim, aleatórias.
Às vezes penso em desenhar um passarinho e os traços vão mudando e acaba saindo um navio. Até que gosto, pois não quero ser muito certinho e acabar sendo prisioneiro de mim mesmo, tal qual a aranha que constrói uma teia perfeita para viver na constância da solidão, embora acredite ser importante algum momento de recolhimento para reflexões e refazimento. Vejo que há espaços para expor esses rabiscos, desenquadrados das formas acadêmicas. Sem críticas a elas, pois aprecio e admiro as artes dos artistas que se esmeram em aperfeiçoar a beleza de seus traços, no papel ou nas telas, ou ainda, em qualquer objeto, pois a arte se expressa sob várias formas.

Juiz de Fora, 01 de abril de 2012
Evaldo de Paula Moreira
Desenho livre- expressões   

5 comentários:

Cecília Romeu disse...

Evaldo, querido amigo!
Que beleza de ilustração!
Apesar de eu ser designer gráfica, me sinto totalmente "dinossáurica" para essas coisas, e não saberia fazer esses desenhos. Só por isso, já tens minha total admiração!
Fora isso,gostei muito de saber como é o processo criativo de tuas imagens, e achei bastante interessante, ... o que às vezes o acaso pode fazer, já que elas são muito bem feitas!

Amigo, agradeço os comentários por lá, sempre muito aguardados! Sua presença é muito importante!
Excelente semana para você e sua família :)

Bento Sales disse...

Oi, prezado amigo Evaldo!
Minha filha com seis anos (quando tinha três, já era assim) desenha muito melhor do que eu.
Acho que somente sei desenhar, razoavelmente, uma árvore ( um juazeiro, porque é frondoso e fechado e um cacto).
Apesar de seu propósito mudar durante a criação, fica bela e esmerada e toma uma forma real de algo. O Comandante aí está perfeito.
O bom disso tudo é o resultado independente da intenção e que também dar origem ao um texto bem escrito e saboroso.

Parabéns pelo alumbrando!

Abraços do amigo!

Clara disse...

Artista tem seu momento de inspiração e qdo isso acontece, tem que liberar mesmo....
É um dom divino, mas infelizmente pouco valorizado.

bom dia!!!

Jacques disse...

Boa tarde, Evaldo.
Acho que, no decorrer da construção de qualquer obra (escrita, pintada, moldada ou filmada) chega o momento em que nosso cérebro toma conta e nosso "eu" (ou nosso ego) apenas assiste o resultado surgir.
Deve ser por isso que tantas obras acabam diferentes daquilo que planejamos, e normalmente pra melhor.
Abraço, Evaldo.

Elisa T. Campos disse...

Amigo Evaldo
Como gostaria de saber fazer desenhos digitais como os seus. Ficam muito interessantes. Seu texto me induziu a este:

Descompromissado
Eu artista sou assim
a esmo rabisquei

Me espelhei no abstrato
E sou eu mesmo esse cara
Sabe? nem acreditei

Uma boa semana.
Abçs