SEGUIDORES DE CAMINHADA

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Reflexões sobre a natureza


A realidade humana tem muito da realidade de todos os seres.

Por que a natureza se embeleza tanto?

As plantas, as flores, os animais...

Eles também querem ser amados?

Tudo parece ser uma dança.

As flores dançam para as flores e com outras flores se entrelaçam em seus polens e óvulos.

Os rios...

Eles também nascem e começam pequeninos, protegidos pela natureza.

Igualmente aos seres humanos vão crescendo e enfrentando as intempéries da vida.

Aproveitam os prazeres de receber a luz do Sol que ilumina toda a Terra, assim como a luz da Lua e as águas das chuvas.

Abrigam diversos seres enquanto alimentam a terra em suas margens.

Suas águas se abraçam quando um rio encontra outro, tal como se abraçam e se deleitam outros viventes em seus leitos.

Sofrem também com as secas.

É como todas as vidas, que possuem talentos, desenvolvendo a suavidade, a beleza, e também a força, o que for necessário para se manter, cada qual do seu modo.

Afinal, somos todos singulares.

A vida se processa em ferramentas de mel e de fel e nelas se equilibra, sustentando-se no bem e o no mal, no positivo e no negativo.

Todos os seres têm seus segredos na busca infrene de sobrevivência, desde o pequeno inseto, podemos dizer.

Estão além dos que podemos ver no microscópio e no telescópio...

Além do que podemos conceber.



Juiz de fora, 04 de agosto de 2011
Evaldo de Paula Moreira
Reflexões - Os seres

6 comentários:

Cissa Romeu disse...

Evaldo, tudo bem?
Comentei também no maravilhoso post anterior.
Muito obrigada pela atenção ao meu blog, em especial neste último post sobre o Phelipe Castanho.

Lindo poema! Fazemos parte da natureza, de suas intempéries, da mesma chuva que molha, ao raio que pode nos matar, até ao sol que nos ilumina. Somos como plantas a espera de frutos e ar.
Abraços e ótimos dias próximos!

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

São poucos os homens, Evaldo, que ainda conseguem pisar o asfalto e se lembrar da força silente e da beleza da natureza. Você é um desses poucos. Adorei a reflexão. abs

Bento Sales disse...

Evaldo, realmente a natureza tem vida e nossas vidas depende de sua vida.

Parabéns pela reflexão, pois é bem pertinente com o momento!

Obrigado pela visita, comentário inteligente e solidário no meu blog!

Um forte abraço!

Paulo Bouvier disse...

É, temos que cuidar da natureza pois sem ela... não somos nada.
Dependemos totalmente dela.
Adorei o Blog, virei sempre.

Convido-lhe para visitar meu blog, comentar a série de contos "Ser Escritor", e se gostar, seguir.
Sigo de volta, só da um toque.
(paulobouvier.blogspot.com)

Muito Obrigado.

Peão de trecho disse...

Caro Evaldo gostei do seu blog, belas palavras e pensamentos, venho convidar você a participar e conhecer também o meu blog. Se gostar indique aos amigos, se não gostar indique as pessoas que você gosta.

Muita energia pra você.

Ma Ferreira disse...

Evaldo..sempre fico feliz quando leio um comentario seu em meu blog.

Lindo este seu poema.
Vc usou lindas figuraras para passar suas mensagens
virtuosas.
Varias...

Um bj

Ma