SEGUIDORES DE CAMINHADA

terça-feira, 13 de julho de 2010

O NOVO TREM


****
Trem-bala
Sonhos são sonhos, que mudam ou não com o tempo.
Realizam-se, ou não.
O melhor deles é aquele que acontece quando a gente consegue viver para ver e ainda acredita que ele é bom.
Se o mundo é real ou não é real, se podia ser ou não ser diferente, o fato é que há mais de quarenta anos, ainda jovem, cheio de expectativas e de sonhos, morava e trabalhava como office-boy em São Paulo e naquela época já era assunto cotidiano os velozes trens da Europa e do Japão. Parecia algo muito distante para acontecer no Brasil. Mas o desejo estava guardado para um dia, junto com outros, mesmo que distantes, pudessem ser realizados.
Importantes, como ainda são, eram os japoneses, os europeus e os americanos do norte.
“Trem bão” era coisa só para eles. Para nós era apenas desejo.
Agora, finalmente, teremos um “trem bala”. Um dia ainda fabricaremos os nossos próprios trens, e quem sabe, o Brasil entrará nos trilhos, “correndo a todo vapor”, sem pobreza e sem tristeza.
Ainda espero por experimentar esse trem.
***
***

Juiz de Fora, 13 de julho de 2010.
Evaldo de Paula Moreira
Poema de Esperança.
****

****

2 comentários:

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Evaldo, visitando um blogamigo comum, o poeta Lázaro, vim parar aqui. Descobri que temos muito em comum; sonhadores, questionadores, gosto pelo desenho simples, escrever, natureza, enfim, viver o que nos foi Determinado.

Gostei de seu estilo despojado de escrever, com narrativas envolventes, e sobretudo da sinceridade nas recordações. Parece até que é um canceriano igual a mim, sô?!...

Parabéns. abs

Daniel Candian Moreira disse...

é, parece mesmo que esse é um trembão! depois disso que venham os carros voadores, as viagens no espaço e tvs de holograma!
abraços!