SEGUIDORES DE CAMINHADA

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Reflexões - Caindo as fichas







Caindo as fichas


Ufa!
Que vida doida!
O que foi que houve meu caro?
São as fichas... As fichas...
O que é que tem isso?
Ora, bolas...
Você não vê?
Não acontece com você?
Cada dia cai uma, duas, três...
Não sei quantas fichas!
O que aconteceu?
Nada!
Nada! Nada! Nada!
Calma... Calma… Calma.
Amanha será outro dia, tudo nessa vida passa.
Por isso mesmo.
Amanhã serei outra pessoa.
O ruim é que não sei quantas fichas faltam.
Eia! Peraí!
Também não é assim...
A vida nos dá uma trégua, senão, ninguém agüenta mesmo.
A gente vai mudando aos poucos. Enfrentando as novas realidades e se adaptando.
Ah! Deixa prá lá! Você tem razão. Há uma lógica em tudo isso. A gente sofre um pouco, mas em contrapartida amadurece um pouco mais. O pior é ficar na rotina da consciência.
Todo mundo tem suas fichas. Uns mais, outros menos.
Enfim, "c'est la vie".



Juiz de Fora, 10 de agosto de 2011
Evaldo de Paula Moreira
Reflexões – Caindo fichas