SEGUIDORES DE CAMINHADA

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Aprendendo a escrever. Reflexões.




Não dá para esquecer as professoras e professores que já me assessoraram a vida.

Ensinar é algo muito mágico, que exige talento, paciência e amor.

      Aprender o b, a, bá não foi tarefa fácil, ou melhor, era difícil, mas foi fácil, por causa da paciência da professora. Felizmente, mesmo no campo, não conheci o “método da régua” para quem errava ao aprender. A professora usava o método do carinho, do elogio. Havia severidade quanto a respeito, atenção em aula. Nada, entretanto que demonstrasse desamor ou agressividade. A busca era a do comprometimento com o aprendizado. Houve tempo mais antigo que foi desse jeito, rude. Professores sempre de réguas na mão, prontos para o castigo.

              Eu só guardo a gratidão pelo carinho recebido nas escolas onde estudei.

              Hoje em dia existem lugares na Europa onde querem abolir a caligrafia. Em pouco tempo, acredito que o notebook substituirá a caligrafia.

              É claro que não podemos abrir mão da modernidade, mas só me resta saber de que sentiremos saudades. De pessoas ou de objetos?         Ou a saudade não vai ser necessária, mais?


Brasília, 07 de julho de 2011.
Evaldo de Paula Moreira
Série Contos de infância

                              

Desenho Livre - Pensamento - Reflexões