SEGUIDORES DE CAMINHADA

domingo, 1 de maio de 2011

Estórias Infantis - "O Homem do Saco"




Estórias infantis - Homem do Saco.

Ser criança não é tão fácil.
Viver não é tão fácil, melhor dizendo.
A realidade é deturpada até para as crianças.
Então, crescemos num mar de mentiras, de inverdades, entre meio às verdades.
Quando criança, embora não tivesse motivo para temer castigos, havia algumas figuras criadas para amedrontar crianças.
Uma delas era a figura do “homem do saco”.
Aliás, nunca tinha visto nenhum por aquelas bandas das roças onde nasci.
Mas faziam-nos descrição de um homem barbudo que andava com um saco nas costas para pegar crianças desobedientes.
Ora, bolas! Era igual história do Saci-Pererê. Nunca me depararia com um.
Somente me dei por conta da existência dessa figura humana quando minha família mudou para a cidade.
Mas não se tratava de assustador de crianças, e sim de mendigos de rua. Coitados.
Dignos de pena, muito mais do que de medo.
Sei, todavia, que não há nenhuma má intenção em fazer isso. A questão é cultural. É também da desinformação para educar crianças porque ainda ouço coisas muito piores que ainda falam para as crianças.
Por várias vezes ouvi dizerem para elas: não chora não que o moço vai te levar embora, ou então: o bicho vai te pegar.
Acho deprimente porque as crianças aprendem a inverter valores.
Por isso acredito que o mundo só vai melhorar quando despertar para essa realidade.


Juiz de Fora, 01 de maio de 2011.
Evaldo de Paula Moreira
Contos de Infância

desen livre - expressão - introspecção


des livre - expressão - alegria