SEGUIDORES DE CAMINHADA

terça-feira, 3 de maio de 2011

O orgulho, a vaidade. (Reflexões)


 E, agora! Senhoras e senhores! Apresentamos: os primeiros lugares!
-O eu!
Uuuuuuuuu !
-O meu!
Uuuuuuuuu!
-O sou!
Uuuuuuuuu!
___________________________
-???????
- Chiiii !!!
- “I” agora?
- Já apresentei!
-Mas “peraí”...
-Quem é: o eu, o meu, o sou?
-Não disse ainda!
Não importa só o que você pensou.
Se, falou, o “pau comeu”!
Está na chuva?
É pra se molhar.
Se vire!
- Calma, não é bem assim.
Como não?
Desça do muro.
Em qualquer lugar tem pedra pra se jogar.
Lá e cá.
Escolha onde ficar.
-Êpa!
-É assim?
-Onde eu fico?
Decida!
Aqui é a Terra.
Acorda!
-Êpa!, Êpa! Não é bem assim, não!
-Não existe sossego, então?
Ah! Não sei! Vire-se!
A maior batalha é com você mesmo.
Encontre seu caminho!
-E não tem negociação, melhor caminho?
Tem de tudo, meu filho.
Cada um encontra o seu caminho.
A alegria depende do coração; a justiça, da consciência; a felicidade está onde estão os dois.
Lembre-se: o orgulho e a vaidade são reprovados em qualquer lugar.
-Desculpe.

Juiz de Fora, 03 de maio de 2011.
Evaldo de Paula Moreira
Reflexões

3 comentários:

V.Cruz disse...

Evaldo,
que belissima reflexão!
Estava outro dia questionando-me sobre isso, como eu uso Eu, Meu...tudo EU...rs
Até tentei, mas deu um nó e tive que parar um pouco, daí, a encruzilhada: fazer como voce sabe, ou não fazer nada? Difícil amigo, não há Freud que amoleça esse mocinho chamado EGO...
Adorei!
Bjsss

Meias de Seda (Suzy) disse...

Orgulho, vaidade, soberba... São tantos os pecados! Como a humanidade é tola, não?
Quando descobrimos que o mundo não gira ao redor do nosso umbigo, é decepcionante...rs
Bjos ;)

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Evaldo, quase um hai-kai. Lindíssimo e profundo. Excelente!
abs