SEGUIDORES DE CAMINHADA

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

VIVER COM AMOR

Viver com amor.

Tudo vem, e tudo passa...
Não podemos reter a luz entre as mãos.
Da mesma forma o amor escapa à retenção.
Ele não é nosso, é de todos, o que nos foge à compreensão.
O sol existe para fluir a luz, o coração para captar o amor.        
Sol que ilumina toda a Terra, amor que visita corações.
O amor compromete os que amam, os quais não podem reter os amados, assim como a luz não pode ser retida em nossas mãos.
Fontes permanentes do Universo, cujo compromisso é o de iluminar os caminhos, porém, somos transeuntes, com tempos provisórios.
Os que ficam guardam a saudade dos que partem, enquanto a luz continua iluminando todos os nossos caminhos, de todos os amores que permanecem conosco, até que um dia, façamos nossa viagem, deixando o caminho, a luz e a saudade nos corações daqueles que cultivamos com a responsabilidade do mesmo amor.
Se, temos o coração para captar o amor, o sol para enviar a luz, não há nada de errado sonhar que depois desse caminho, há outro e mais outros caminhos, forrados com mais flores, mais luzes, os mesmos e (quem sabe?), mais amores.


Brasília, 28 de outubro de 2010.
Evaldo de Paula Moreira
Poemas de Amor.